Arte digital em 2001.

Achei essa pequena entrevista, que foi publicada no Jornal da Barra na época da exposição que comentei anteriormente. Meu Deus! Opiniões são como camaleão, né? A forma de se expressar, também (virgi). Veja a data do cabeçalho da pequena enquete:

_ _ _

Jornal da Barra | quarta-feira, ‎11‎ de ‎abril‎ de ‎2001, ‏‎14:39:24

Perguntas relativas à exposição “Arte Digital”, de Diógenes Luiz Rodrigues:

1. Gostaria que você falasse um pouco sobre arte digital:

A arte digital é uma tendência contemporânea que vem se difundindo com sucesso nos grandes centros artísticos. Ela está surgindo devido a influência do ritmo frenético que a informática e a internet nos atinge. Embora a camada acadêmica dos artistas mostrem uma certa resistência, não podemos negar a evolução dos tempos e a modernidade. Como houve antes, críticas a tendências como o expressionismo, o grafismo, cubismo etc, era mais que natural que também existisse agora com esse tipo de arte.
Embora inusitada, a arte digital apresenta a característica de uma obra convencional, que é a expressão do artísta, a única diferença é a mídia utilizada.
Depois da concepção da idéia através de esboços à mão livre, faz-se a construção da imagem em programas de computador específicos para esse tipo de trabalho e molda-se a idéia (muita transpiração) neste meio até a total harmonia da obra. Então, a fase final é a impressão que pode ser tanto em tela, como papel ou o que o cliente desejar (risos)!

2. Por que você se interessou por esta área?

Pelo fato de estar diretamente envolvido com computação gráfica no meu trabalho.
Acabei lendo artigos e tendo acesso a esse tipo de obra navegando pela internet e como gosto de tudo que é forma de arte, pesquisei softwares e mídias para viabilizar esse projeto, e confesso: foi altamente gratificante, pelos resultados que pude ter, sem perder o conceito artístico, pois a intenção é a mesma, a arte!

3. Quais as diferenças e semelhanças em criar um trabalho em tela e no computador?

Praticamente são idênticos:
a concepção da idéia é o artista que faz, pois o computador não pensa por nós;
o esboço é feito a mão livre, o computador não tem essa capacidade (nem mãos, risos);
o tratamento da imagem que no modo convencional é feito com o pincel, no computador temos o mesmo trabalho com o mouse e teclado;
e uma fase a mais na arte digital que é a impressão, que pode ficar originalmente como criado no computador ou então trabalhar a finalização com tinta e pincel.
Aí é só assinar…

4. Qual o mercado para artistas desta área?

Acho que o mesmo de um artista manual, ou seja, exposições, decoração de ambientes, ilustrar peças gráficas, com a vantagem da obra já estar em forma de arquivo, possibilitando ir direto para gráficas, internet, e-mail, ou o que quisermos fazer com ela… até deletar (risos) se não agradar…

5. Você recebeu o convite do departamento de Cultura para expor seus trabalhos?

Sim, o convite foi feito pela Domingas, há quase um ano, eu só não sabia exatamente qual trabalho ou que tipo de trabalho apresentar. A idéia surgiu depois do convite. Aí foi só amadurecer a idéia.

6. No futuro será tudo desta forma?

Creio que não. Acho que os conceitos acadêmicos de arte são eternos, ou pelo menos acho que deveriam ser. Mas a arte digital vai ter seu espaço marcado na história também.

7. Além da arte digital, você também está com quadros na exposição? Quantos?

Todos os quadros da exposição são resultado de um trabalho digital. Foram gerados no computador e impressos em mídia adequada. São 4 séries de 5 quadros cada, no total de 20 quadros.

8. Onde você já expôs seus trabalhos?

Especificamente os digitais, essa é a primeira exposição dos quadros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s