A modelo ajuda.

(rs) Claro que ajuda. Esse é o retrato da Dai. É gratificante pintar retratos pelo resultado e pelo sorriso que provoca no rosto de quem recebe um de presente, mas dá um trabalhão. Um bom truque para que a pintura fique parecida com a pessoa em foco é o seguinte: a referência, ou seja, a foto também tem que estar bem parecida com a pessoa e o mais importante, a própria pessoa tem que se achar bonita na foto utilizada. Parece óbvio, mas a fotografia pode evidenciar partes do rosto que não são características do retratado. É sério, por exemplo, talvez a lente da câmera utilizada seja muito angular. Isso faz com que o nariz, a orelha ou o queixo da pessoa fique distorcido, portanto o resultado do esboço do desenho e da pintura não ficará fiel, já que a própria pintura não é 100% fiel. A não ser que o cara seja muito fera na arte do desenho de observação. Eu por exemplo, ainda não tenho essa maturidade artística, mas um dia, chego lá.
dai_no_jardim

Óleo, acrílica e lápis aquarelado sobre tela (canvas) e a modelo ajudou pra caramba!

Anúncios

2 comentários em “A modelo ajuda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s