Das antigas.

Algumas vezes vou deixar por aqui alguns trabalhos antigos e que tenho em meu portfolio. Gostaria de ter fotos de todos os trabalhos que fiz até hoje, mas é claro que é impossível, por várias razões. Depois de muitas exposições que realizei, trabalhos foram vendidos, presenteados e até roubados antes que eu pudesse fotografar ou digitalizar pra posteridade. Também, na época eu não pensava na posteridade, muito menos que eu teria um “blog” pra postar meus trabalhos. Essa coisa de compartilhar experiências e trabalhos assim, num mundo virtual, é muito recente e teve um avanço extremamente rápido. Bom, felizmente tenho vários trabalhos eternizados em forma de fotos e também em formato digital, como podem ver em minha galeria do Flickr a qual chamo de portfolio. Sem mais enrolação, aí está mais um trabalho que fiz para ilustrar uma matéria numa revista em maio de 93:

maca_verde

técnica: aerografia com nankim colorido sobre papel Schoeller Durex.

Anúncios

8 comentários em “Das antigas.

  1. Bons tempos aqueles! Boa parte do material que você produziu naquela época está guardado em imensas caixas, devidamente repousadas sobre a laje da minha casa. Detalhe: a maior parte sãos os originais em “past-up”; uma relíquia. Num futuro, sabe Deus quando, vou organizar melhor todo o acervo e entregá-los aos artistas que me deram a honra da convivência.
    Vai faltar espaço neste blog pra postar parte, da sua parte! Nessas, então: “se recordar é viver”, você vai ser eterno!

  2. Deo, esse Night sempre me surpreende. O cara é incrível em organização, o que sempre me levou a ter raiva e inveja dele, já que mais desorganizado que eu, acho impossível. Como ele é o mais forte fisicamente do que nós (você, Marcos, Fabinho e eu), ele será o mosqueteiro Athos, sendo desde já, se vocês concordarem, eleito pelos Cavaleiros da Távola Retangular, como O Guardião da Memória das Artes em Barra Bonita.
    Olha, ele merece tal honraria, pois quando ele escreveu acima ter trabalhos seus guardados, me lembrei que ele tem toda a coleção da Arte Geral, da Destake e até o livro do Billy Metranca, tudo editado por mim entre 90 e 93. Eu não tenho nem um ao menos guardado!
    Esse nosso amigão é demais!!!!
    Abraços e, aqui entre nós, estou AMANDO entrar em seu Blog!

    1. Rs rs rs Seus comentários me tiram risos, tipo, “gargalhadas gostosas” em lembrar de toda nossa superatividade de Mosqueteiros do Design de Barra Bonita. Cara, vamos nos reunir!!!

  3. É só marcar o dia, meu caro Porthos, para eu ter tempo de comprar o “esmoker”. Los Mosqueteros velhinhos (Marcos, Fabio e Night), não vão poder se embelezar muito para o “evento”, pois são casados. Mas nós, os dois solteiros, portanto, mais jovens, podemos. O Fabinho não disse, mas se insistirmos, ele poderá cantar New York, New York, do Frank Sinatra, no encontro… Bem, chega de brincadeiras e vamos falar sério. Gostaria de dar uma dica aqui. Você sabe que Julia e eu enveredamos de 96 a 99, pela arte pop, e fizemos muitos trabalhos com pneus. Nada novo, pois Robert Rauschenberg, grande artista pop americano da década de 30, já fazia isso. Mas o lance é cortar o pneu para trabalhar nele, que parece impossível. Não é. A técnica é apenas ir molhando uma faca na água, que corta facilmente. Blog também é cultura!
    Forte abraço; grande sucesso!
    Sergio Ferraz

  4. Nossa esse meu irmão é sem comentários mesmo !!!
    Destrói na arte.
    Excelentíssimo trabalho com o aerográfo, Grande abraço “maluco” Sucesso sempre !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s